Visitantes

23 de dez de 2010

Aprenda a fazer "compra segura" na Internet

Livros, gadgets, cosméticos ou eletrodomésticos devem responder pelo maior volume de compras on-line neste Natal, segundo previsões da consultoria e-Bit.
As projeções da companhia indicam ainda que o volume do comércio nesta época cresça 40% em relação a dezembro do ano passado --algo que totaliza a cifra de R$ 2,2 bilhões, contra R$ 1,6 bilhão do Natal de 2009.
Trata-se do maior faturamento em compras natalinas pela rede até então, de acordo com o diretor da e-Bit, Pedro Guasti.
A consultoria informou ainda que o crescimento anual das compras on-line no Brasil deve ficar em 40% na comparação entre este e o último ano.
Dados do Ibope Nielsen indicam que 20% dos internautas já fizeram algum tipo de aquisição por meio do computador --e a estimativa da e-Bit indica que 23 milhões de pessoas o farão até o fim de 2010 (o que representa mais da metade da população de internautas ativos no país, segundo dados do Ibope).
"O maior movimento deve ocorrer até segunda da próxima semana, entre os dias 15 e 18", disse Guasti à Folha.
O consumidor deve ter alguns cuidados na hora em que for comprar pela internet, contudo.
São três premissas fundamentais, segundo a e-Bit, que devem ser levadas em consideração antes de efetuar qualquer tipo de transação comercial: fazer a aquisição em uma loja confiável, já conhecida pelo consumidor, que tenha política de troca e devolução satisfatórias e pagamento por cartão de crédito ou outro meio seguro na internet.


MARINA LANG
DE SÃO PAULO

 
Design by Scooby Doo jogos